Cidades

Tribunal criado por Papa vai julgar bispos que acobertaram abusos infantis

PAPA FRANCISCO - MICROFONEO Papa Francisco autorizou o julgamento de bispos que eventualmente acobertaram denúncias de abusos sexuais a menores cometidos por padres.  Segundo anúncio do Vaticano feito nesta quarta-feira (10), os casos de “abuso de poder episcopal” serão analisados por uma sessão da Congregação para a Doutrina da Fé, que determinará se os bispos falharam em tomar medidas que prevenissem o crime. A medida é importante por mostrar que o Papa tem um compromisso na luta contra o abuso sexual de crianças e adolescentes por religiosos. Francisco criou no ano passado uma comissão formada por 17 pessoas de várias nacionalidades, inclusive representantes das vítimas, para lutar contra a ocultação de crimes do tipo dentro da Igreja. Parte do trabalho do grupo é propor medidas de prevenção e ajudar as vítimas no processo de superação dos traumas. Nesta quarta, o papa autorizou a alocação de pessoal e de recursos para a criação do tribunal, e estabeleceu um período de cinco anos para desenvolver a nova seção judiciária, com análise sobre sua eficácia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo