Geral

Triangulo amoroso termina em morte

Um triângulo amoroso resultou na morte de  Pedro José Alves Cabral, de 35 anos, na Represa Billings, em Ribeirão Pires, São Paulo, na última semana. 

Ele convivia com Juan Carlos Astudillo, de 48 anos, e a esposa Francisca Santana, de 55, mas passavam por uma temporada de muitas brigas e desacordos. Em determinado momento Juan e Francisca resolveram matar e esquartejar o homem. O casal foi preso na última sexta-feira (24).

Após executaram a ação, eles deixaram o corpo na casa, foram dormir em um hotel e voltaram pela manhã para esquartejar e dar um jeito de despistar a polícia sobre o paradeiro dos restos mortais da vítima. 

Em seguida, pegaram um carro e foram até a represa, onde depositaram as partes cortadas do corpo. A família só desconfiou que algo estaria errado, quando um pix foi supostamente solicitado por Pedro para os parentes, com a informação que a transferência fosse feita para um homem desconhecido. 

Eles então entraram em contato com a Polícia Militar e registraram a ocorrência, alegando que o pedido de pix seria falso. A polícia foi em busca de informações e acabou descobrindo toda a trama. 

Os suspeitos estão presos aguardando julgamento.  (BNews)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo