Polícia

Três dos sete PMs presos acusados pela morte de 3 pessoas em S. A. de Jesus foram libertados

 SAJ - MARIA DE LOURDESNo dia 4 de Outubro de 2014 houve a notícia de que duas pessoas haviam sido mortas em troca de tiros com a PM de Santo Antônio de Jesus.

Dois dias após o ocorrido os corpos foram identificados como sendo de Crispim Reis de Jesus Santos e Fábio José dos Santos. A esposa de Fábio e mãe de Crispim, Maria de Lourdes ficou desaparecida por um tempo, mas depois encontrada morta com marcas de queimaduras e corpo deformado na cidade de Gandu.

Os principais acusados do crime foram sete PMs do 14º Batalhão, sob a suspeita de extermínio, os quais tiveram a prisão preventiva decretada no dia 14 de Outubro de 2014. Nesta terça feira (30), a Rádio Andaiá FM informou que três dos policiais detidos, o Capitão Luís Braga e os soldados Francisco Ackson Menezes e Bernardo foram liberados na última segunda-feira (29), mas os soldados Freitas, Souza e Martins continuam detidos em Lauro de Freitas.

Tal decisão deixou irmão de Fábio José, uma das vítimas revoltado. “Em nosso país não há Justiça, tal coisa é revoltante, não há leis, estou muito indignado”, declarou.

Voz da Bahia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo