Slide

TRE reverte decisão que determinava a retirada do Youtube do ar

A decisão proferida pela 56ª Zona Eleitoral do Estado de Santa Catarina, que determinava a retirada do Youtube do ar foi revertida pelo Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina. O Tribunal manteve no ar o vídeo divulgado pelo jornal Diário do Litoral chamado “MMA dos prefeituráveis”. A decisão do TRE também afasta do Google o pagamento de multa diária de R$ 20 mil que havia sido estabelecida caso o vídeo não fosse retirado do ar. A ação foi ingressada na Justiça Eleitoral pelo prefeito de Balneário Camburiú e candidato à reeleição, Edson Piriquito (PMDB). O vídeo apresenta uma entrevista com Rubens Spernau (PSDB), que também é prefeiturável da cidade. Segundo o vídeo, Piriquito, não quis gravar a entrevista. Piriquito alega na ação que as regras para a entrevista não ficaram claras. Em primeira instância, a juíza Alaíde Maria Nolli, da 56ª zona eleitoral, julgou que o vídeo é “prejudicial e ofensivo, dando a entender que [o candidato] não teve coragem para enfrentar o adversário.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo