Cidades

Traficante apontado como mandante de pichação em viatura é morto

Apontado como mandante das pichações em uma viatura da Polícia Militar no último sábado (11), o traficante Mário Antônio Rocha Araújo, 25 anos, conhecido como “Biscoito”, foi morto pela polícia na noite desta quinta-feira (16). No veículo, foram feitas inscrições na lateral e na parte traseira. Numa delas, o nome “Kati(a)ra”, facção que atua na região.

De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP), Biscoito participou de uma troca de tiros na segunda-feira (13) com dois policiais militares.Ontem, a polícia o encontrou no bairro de Valéria, após uma denúncia de que ele estava em um esconderijo na Rua Petronília.

Ainda na versão da SSP, Biscoito tentou se esconder em uma casa e atirou contra os policiais da 31ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Valéria). Os policiais revidaram, e ele foi atingido. Biscoito foi levado para o Hospital do Subúrbio, mas não resistiu e morreu na unidade.

O major Elson Pereira, comandante da 31ª CIPM, informou à SSP, que foi encontrado com o traficante um revólver calibre 38, com cinco munições deflagradas, e uma intacta, 18 trouxas de maconha, 13 pinos de cocaína e 61 pedras de crack.

Ainda de acordo com informações do major, “Biscoito” pertencia ao mesmo grupo de Anderson dos Santos, o “Bigo”, que participou do assassinato e ocultação de cadáver de um sargento da reserva da PM, em setembro do ano passado. “Bigo” também entrou em confronto com policiais no mês passado e foi morto.

Pichação

No último sábado, segundo a assessoria da corporação, uma equipe da 31ª CIPM (Valéria) foi atender a uma denúncia de tráfico de drogas na Rua das Palmeiras, em Nova Brasília de Valéria. “Após estacionarem a viatura na referida rua e realizarem incursões para averiguar o fato, os policiais foram surpreendidos por criminosos que efetuaram disparos de arma de fogo contra a guarnição”, afirma o comunicado.

Houve troca de tiros, mas os criminosos conseguiram fugir. “Na fuga, eles abandonaram uma mochila contendo quatro porções de maconha, 13 estojos dos calibres 45 e 9 mm, além de uma caixa de som pequena no chão. Ao retornarem, os policiais encontraram a viatura depredada com vidros quebrados e pichações”, continua a nota. As inscrições foram na lateral e na parte traseira da viatura. Numa delas, o nome “Kati(a)ra”, facção que atua na região.

A ocorrência foi registrada na 8ª Delegacia (CIA). O Departamento de Polícia Técnica (DPT) fará a perícia do veículo e a Polícia Civil investigará o crime.

Correio24horas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar