Cotidiano

Suspeito de tatuar nome em rosto de ex continua preso preventivamente após decisão da Justiça

O jovem de 20 anos, suspeito de tatuar o rosto da ex-namorada, vai continuar preso preventivamente após decisão da Justiça, em uma audiência de custódia na tarde deste domingo (22). Segundo o G1, o acusado foi encaminhado ao CDP de Taubaté.

O caso, registrado no último sábado (21), aconteceu em Taubaté, interior de São Paulo. Na ocasião, a mãe da vítima de 18 anos fez um boletim de ocorrência contra o ex-namorado da filha após ela ficar desaparecida por um dia e ser encontrada com o nome dele tatuado no rosto.

Em razão do ocorrido, o jovem, não identificado, foi preso por ter descumprido uma medida protetiva ao ter contato com a ex.

A mãe da jovem, Deborah Velloso, a filha tinha duas medidas protetivas contra o ex-namorado, uma de 2021 e outra de 2022.

Bnews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo