GeralNotícias

Suspeito de participar de estupro coletivo na Índia é encontrado morto na prisão

ESTUPRADOR INDIA - CARTAZA polícia de Nova Déli, na Índia, informou nesta segunda-feira (11) que um dos seis suspeitos de participar do estupro coletivo de uma jovem, em dezembro, cometeu suicídio na prisão. Ram Singh, de 33 anos, foi acusado de dirigir o veículo enquanto cinco homens estupravam uma mulher de 23 anos, que não resistiu aos ferimentos e morreu 13 dias após o ocorrido. Ele foi encontrado morto na madrugada desta segunda. A defesa de Ram Singh, no entanto, acredita que ele foi morto na cadeia. “Não havia circunstância que o levasse a cometer suicídio. Ele não estava mentalmente abalado e parecia bastante feliz”, disse o advogado do suspeito, V.K. Anand. Segundo os agentes policiais, ele foi encontrado morto com um lençol amarrado no pescoço, como se tivesse se enforcado. O vice-chefe de gabinete indiano, R.P.N Singh, disse que um inquérito foi aberto para investigar as circunstâncias do crime. Informações da Folha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo