BrasilGeral

STF forma maioria para rejeitar delação premiada de Sérgio Cabral

O Supremo Tribunal Federal formou nesta quinta-feira, 27, maioria para rejeitar a delação premiada do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral. Dos 11 magistrados, seis já se manifestaram contra em votação no plenário virtual da mais alta Corte brasileira.

Em delação negociada pela Polícia Federal, Sérgio Cabral acusou o ministro Dias Toffoli de receber propina para atender a solicitações de prefeitos de cidades do Rio de Janeiro junto ao Tribunal Superior Eleitoral.

Os ministros Luiz Edson Fachin; Gilmar Mendes; Kassio Nunes Marques; Alexandre de Moraes; Ricardo Lewandowski e Luiz Fux votaram pela derrubada da delação do ex-governador. Os ministros Marco Aurélio Mello, Luís Roberto Barroso e Rosa Weber, por sua vez, votaram pela manutenção da delação.

Revista Oeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo