Notícias

STF deve decidir se Bruno poderá aguardar júri fora da prisão

A pouco mais de três meses de enfrentar o banco dos réus, o goleiro Bruno Fernandes tem como última chance de sair da cadeia e aguardar o julgamento em liberdade uma liminar de seu pedido de habeas corpus, que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF), informa o Correio Braziliense. A decisão, que estava nas mãos do ministro Joaquim Barbosa, agora presidente do STF, ficará a cargo do ministro Ricardo Lewandowski. Ex-advogado do goleiro, Rui Pimenta ainda o representa junto ao Supremo e aposta numa definição até o próximo mês. “Com Barbosa assumindo a presidência da corte, agora o processo será distribuído para o ministro Lewandowski, que tem um perfil legalista. Ele segue o entendimento da corte, que é favorável à concessão do habeas corpus, pois Bruno é possuidor dos pressupostos legais”, explica Rui Pimenta, que acrescenta: “Esse é o fio de esperança de Bruno”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo