SalvadorSlide

Soteropolitanos festejam a chegada do Fogo Simbólico a Pirajá

As celebrações pela Independência do Brasil na Bahia tiveram início na capital baiana na tarde desta sexta-feira (1º), na Praça General Labatut, em Pirajá. O Fogo Simbólico, que deixou a cidade de Cachoeira ontem (30), chegou ao local para ficar no panteão dedicado ao General Labatut pelas mãos do atleta Cleriston Brito.

Estiveram presentes no local o secretário de Governo (Segov), Julio Fon, representando o prefeito Bruno Reis; o presidente da Fundação Gregório de Mattos (FGM), Fernando Guerreiro; o prefeito de Simões Filho, Diógenes Tolentino Oliveira; e o Tenente Coronel Pires, do Exército Brasileiro. Na ocasião, foram hasteadas as bandeiras de Salvador, Bahia e Brasil. A Guarda Histórica do Exército também esteve presente fazendo a segurança do panteão.

Fotos: Lucas Moura/Secom

O atleta Cleriston Brito foi o responsável por conduzir o Fogo Simbólico até local e declarou que o momento ficará eternizado em sua memória. “O sentimento hoje é de honra. Sou muito grato por ter sido selecionado para representar a minha cidade, que é Simões Filho, todo o estado e esse grupo de atletas. É muita gente que se esforça para que essa festa dê certo e representar a boa gente é muito importante”, contou emocionado.

Festa – Enquanto aguardavam a chegada do fogo simbólico, a animação dos presentes ficou por conta da apresentação da fanfarra da Escola Municipal Alexandrina dos Santos Pita. Integrantes da fanfarra também fizeram uma performance de dança que empolgou o público.

Fabiana Cerqueira, 39 anos, compareceu com o filho caçula, Levi, de três anos, e sua mãe, Maria de Fátima Magalhães, para acompanhar os festejos em Pirajá. “Meus pais sempre trouxeram a mim e a minha irmã para os festejos do 2 de julho. Agora eu sigo a tradição trazendo os meus filhos. É importante a gente ensinar as nossas crianças sobre a festa”, contou.

A programação das celebrações pela Independência do Brasil na Bahia é realizada pela Prefeitura através da Fundação Gregório de Mattos. Este ano é a 199ª edição do festejo que traz como tema “A construção da nossa história”. Fernando Guerreiro explicou que diversos heróis do 2 de Julho serão homenageados este ano.

“Estamos abrindo as comemorações pelos 200 anos da festa e este ano marca a volta às ruas, o retorno das atividades culturais todas e essa festa maravilhosa. O importante é que estamos aqui celebrando a nossa identidade e os heróis da Independência”.

Programação – Neste sábado, dia oficial da celebração, a programação terá início às 6h com uma alvorada de fogos no Largo da Lapinha. O momento antecede a organização do cortejo cívico, previsto para ter início às 7h. Com a presença de diversas autoridades, às 8h, haverá o hasteamento das bandeiras com a execução do Hino Nacional pela banda de Música da Marinha do Brasil. Em seguida será realizada a colocação de flores pelas autoridades no monumento ao General Labatut. O cortejo cívico deverá ser iniciado às 8h30.

A programação comemorativa terá continuidade ao longo da tarde. Está previsto o desfile de um novo cortejo cívico às 15h e que fará uma breve parada em frente ao Instituto Geográfico e Histórico da Bahia. Já a previsão é que os carros emblemáticos e as autoridades cheguem ao Campo Grande às 16h15.

No local, as autoridades presentes vão colocar coroas de flores no Monumento do 2 de Julho e o campeão olímpico de boxe, Hebert Conceição, realizará o acendimento da Pira do Fogo Simbólico. Para marcar o encerramento da solenidade, o Coral da PM/Ba executará o Hino Nacional acompanhado da Banda de Música Maestro Wanderley, também da PM/BA.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo