GeralSlide

Sociólogo é sequestrado no Rio após criticar ação da PM durante manifestação

SÓCIOLOGO - RJO sociólogo Paulo Baía, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e ex-secretário de Estado de Direitos Humanos, foi vítima de um sequestro-relâmpago, na manhã desta sexta-feira (19). Ele foi posto num carro e obrigado a circular pelas ruas do centro da cidade carioca, com quatro homens armados e encapuzados. O docente acredita ter sido vítima de uma represália a entrevistas que concedeu sobre a atuação da Polícia Militar durante manifestações, como a publicada nesta sexta no jornal O Globo. “A polícia viu o crime acontecendo e não agiu. O recado da polícia foi o seguinte: agora, eu vou dar porrada em todo mundo”, afirmou ao jornal carioca. De acordo com o procurador-geral de Justiça do Rio, Marfan Vieira, o episódio é “extremamente preocupante” e configura “uma tentativa de calar uma voz importante no cenário político nacional”. “Não dê mais nenhuma entrevista, não cite a Polícia Militar de forma alguma, senão será a última entrevista que o senhor dará”, teria dito um dos bandidos ao sociólogo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo