Salvador

Sirene de alerta de risco de deslizamento é acionada no Calabetão

A Defesa Civil de Salvador (Codesal) acionou, na tarde desta quarta-feira (13), a sirene do sistema de alerta e alarme de deslizamento de terra no bairro do Calabetão, em função das fortes chuvas que atingiram a localidade nas últimas 72 horas – a região registrou acúmulo de 153 mm de água nesse período.

“O solo daquela localidade está encharcado por conta do acúmulo de chuvas dos últimos dias. Nossa equipe de campo já está no local, assim como as de promoção social da Prefeitura-Bairro da região e da Secretaria Municipal da Educação (Smed), para recepcionar as pessoas na Escola Municipal do Calabetão, que servirá de abrigo para os moradores. O objetivo é afastar as pessoas do local de risco”, pontua o diretor-geral da Codesal, Sosthenes Macêdo.

O acionamento da sirene segue o Plano Preventivo de Defesa Civil e acontece quando uma localidade acumula mais de 150 mm de chuva nas últimas 72 horas. Salvador possui sirenes de alerta em 10 localidades de risco.

Além do Calabetão, os equipamentos ficam nas comunidades do Bom Juá, Vila Picasso (Capelinha de São Caetano), Voluntários da Pátria (Lobato), Baixa do Cacau (Lobato), Mamede (Alto da Terezinha), Bosque Real (Sete de Abril), Moscou (Castelo Branco), Pedro Ferrão (Baixa do Fiscal) e Baixa de Santa Rita (São Marcos).

Em momentos de emergência, os equipamentos são acionados diretamente do Centro de Operações da Codesal, através de um moderno sistema de análise climatológica, que dispõe de informações diárias sobre temperatura, clima e índice pluviométrico para a cidade.

Balanço e previsão – 
A Codesal recebeu 516 solicitações até as 16h desta quarta-feira (13). Foram: 154 ocorrências para deslizamentos de terra, 110 ameaças de desabamento, 28 alagamentos de imóvel, uma alagamento de área, cinco ameaças de desabamento de muro, 56 ameaças de deslizamento de terra, 26 árvores ameaçando cair, três árvores caídas, seis avaliações de área, 41 avaliações de imóveis alagados, cinco desabamentos de imóveis, 11 desabamentos de muro, 18 desabamentos parciais, 44 infiltrações, dois destelhamentos, quatro orientações técnicas e duas pistas rompidas.

Até sexta-feira (15), a previsão meteorológica na capital baiana é de céu parcialmente nublado com chuvas fracas e isoladas. Há risco para deslizamentos de terra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar