BrasilGeral

Sindicato ameaça greve se professores não forem vacinados antes de volta às aulas

O presidente da Associação dos Professores Licenciados do Brasil – Secção da Bahia (APLB-Sindicato BA), Rui Oliveira, descartou o retorno das aulas no estado antes que os professores estejam vacinados contra a Covid-19. Em um áudio divulgado nesta quinta-feira (22), ele afirma que já foi discutido com a categoria o retorno somente após a aplicação da segunda dose e aguardado o tempo de imunização.

“Nós não vamos aceitar colocar os trabalhadores da educação no corredor da morte. Se possível, faremos greve. (…) Nós queremos a luta em defesa da vida, não da morte”, afirmou.

De acordo com Rui, a APLB irá participar de uma audiência para tratar sobre o tema com o prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), na sexta (23). Ainda segundo ele, será convocada uma reunião entre profissionais da rede estadual e de todos os municípios baianos para debater sobre o assunto e decidir sobre uma possível paralisação.

Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo