Entretenimento

Seu Jorge é condenado na Justiça por uso indevido de ‘Amélia’

O cantor Seu Jorge foi condenado pela 29.ª Vara Cível do Rio de Janeiro e agora terá que indenizar em R$ 500 mil à família do compositor Mário Lago pelo uso indevido de trechos da música ‘Ai Que Saudades da Amélia’, canção em parceria com Ataulfo Alves.

Seu Jorge usou sem autorização, em 2004, duas estrofes do samba em sua música ‘Mania de Peitão’, do álbum Cru. A família de Mário Lago, então entrou na justiça e abriu um processo contra o sambista. “Ninguém foi consultado para isso”, diz a advogada da família, Deborah Sztajnberg.

 

A advogada revelou ainda que percebeu má-fé por parte do cantor ao localizar dois registros da música junto ao Ecad. O primeiro, com data de 2006, onde fazia referência a Amélia. Já no segundo, de 2008, não aparecia mais o trecho. “Fizeram isso para não pagar os herdeiros”, disse Deborah.

Seu Jorge se defendeu à juíza Flavia de Almeida Viveiros de Castro, autora da sentença, contando que quis, na verdade, fazer uma homenagem aos autores. Revelou ainda que os nomes de Lago e Ataulfo não aparecem na primeira prensagem do disco porque o produtor, sendo estrangeiro (o francês Jerome Pigeon), “não se atentou para o fato”. Além disso, Seu Jorge afirmou que sendo apenas um intérprete da canção, toda a parte das autorizações deveria ficar por conta do produtor e da editora.

Vale lembrar que a decisão é em primeira instância, o que dá possibilidade de recursos por parte da defesa do cantor.

Noticiasaominuto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo