Esportes

Sergio Ramos faz contra e Sevilla quebra série invicta do Real

Depois de 40 jogos, o Real Madrid viu a sua longa invencibilidade cair de forma surpreendente neste domingo ao perder de virada para o Sevilla, por 2 a 1, fora de casa, pela 18ª rodada do Campeonato Espanhol. Depois de sair na frente com um pênalti convertido por Cristiano Ronaldo já na etapa final, levou a virada após sofrer o empate com um gol contra de Sergio Ramos e depois com um gol marcado por Jovetic, ambos já no finalzinho do jogo, sendo o segundo deles nos acréscimos do tempo normal.

Antes de cair esta sua incrível invencibilidade, o Real não perdia uma partida desde o dia 6 de abril de 2016, quando foi derrotado por 2 a 0 pelo Wolfsburg, na Alemanha, na edição passada da Liga dos Campeões. De lá para cá, o time de Zidane engrenou uma incrível série de jogos sem perder que culminaram com as conquistas do título europeu e do Mundial de Clubes da Fifa.

 

O resultado amargado neste domingo fez a disputa pela liderança do Espanhol ficar embolada. O Real, mesmo com um jogo a menos do que os concorrentes ao topo, se mantém na ponta isolada, com 40 pontos, mas agora está apenas um à frente do próprio Sevilla, que assumiu a vice-liderança, com 39.

O Barcelona, que no último sábado goleou o Las Palmas por 5 a 0, ocupa o terceiro lugar, com 38. Um pouco atrás deste trio, o Atlético de Madrid é o quarto, com 34, depois de ter superado o Betis por 1 a 0 em outro duelo realizado no sábado.

VINGANÇA SABOROSA – Curiosamente, o Sevilla foi derrubar a enorme invencibilidade do Real apenas três dias depois de ter empatado por 3 a 3 com a equipe madrilenha, também em casa, no duelo de volta das oitavas de final da Copa do Rei. Naquela ocasião, a equipe dirigida por Zidane se salvou da derrota com um golaço marcado por Benzema, no finalzinho no duelo, também nos acréscimos do tempo normal como neste domingo.

Por ter vencido por 3 a 0 no duelo de ida, o Real nem precisava do empate, mas a igualdade o fez ampliar para 40 jogos a sua invencibilidade histórica. Por isso, a vitória deste domingo teve um sabor de vingança para o Sevilla, que ainda teve a alegria de ver Sergio Ramos marcar um gol contra neste domingo após o zagueiro ter se envolvido em uma polêmica com a torcida sevilhana.

Bastante ofendido pelos torcedores adversários na última quinta, o jogador respondeu com provocação ao marcar um gol de pênalti. A polêmica foi tão grande que o Real chegou a divulgar uma nota oficial para sair em defesa de seu atleta no último sábado.

Formado no Sevilla, Sergio Ramos deixou o clube para defender o Real em 2005 e no confronto de quinta ouviu torcedores proferindo ofensas a ele e à sua mãe durante boa parte da partida, além de ter sido alvo de lançamento de objetos.

DE HERÓI A VILÃO – Neste domingo, porém, o defensor saiu de campo sem motivos para comemorar, pois, além de ter sido derrotado com o seu time, marcou um gol contra de forma estabanada, aos 39 minutos do segundo tempo, ao desviar de cabeça para a própria meta um cruzamento para a grande área.

Antes disso, aos 19 minutos, o Real começou a ver mais perto da vitória quando Carvajal aproveitou uma bola recuada errada por um defensor, deu uma meia-lua em um outra adversário e em seguida foi derrubado pelo goleiro Sergio Rico, que chegou atrasado para tentar abafar o rival. O árbitro, perto do lance, assinalou o pênalti.

Antes da cobrança, com os ânimos exaltados entre os dois times dentro de campo, Vitolo chutou a marca do pênalti e fez um buraco no local. A atitude do jogador do Sevilla irritou Cristiano Ronaldo, que arremessou a bola nas costas do rival. Houve uma discussão após o ocorrido, mas rapidamente o problema foi contornado e o astro português converteu a penalidade no canto direito de Sergio Rico, que caiu para o outro lado.

O Sevilla, porém, não se abateu e conseguiu o empate por meio do gol contra de Sergio Ramos. E, quando a igualdade no placar parecia certa, o time da casa conquistou a virada nos acréscimos, aos 46 minutos. Após roubar a bola no meio-campo, Jovetic avançou e bateu com categoria no canto esquerdo alto de Navas, que ainda tocou na bola, mas não evitou o gol.

Após a derrota e o fim de sua invencibilidade, o Real buscará a reabilitação no Espanhol no próximo sábado, contra o Málaga, em casa, enquanto o vice-líder Sevilla jogará no domingo contra o Osasuna, como visitante. Antes disso, o Real pega o Celta na quarta-feira, também no Santiago Bernabéu, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Rei.

Estadão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo