Polícia

Sequestro no Engenho Velho de Brotas termina com refém libertada e dois homens presos

Um sequestro, que se iniciou na tarde desta quinta-feira (23) no bairro do Engenho Velho de Brotas, em Salvador, terminou sem mortes. A idosa de 65 anos de idade foi libertada pelos dois homens que a mantinham sob a mira de armas em sua própria residência, mas que se entregaram após cerca de duas horas de negociação com a Polícia Militar.

Após troca de tiros com policiais militares na comunidade Padre Elói, os dois homens armados teriam invadido a casa da refém durante a fuga. Mantendo a idosa sob ameaça, os sequestradores pediram a presença da imprensa, de advogados, familiares e também do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), para negociação.

Após duas horas de conversas com os policiais, a refém foi libertada e os dois homens se entregaram. Um dos sequestradores foi identificado pela Polícia como Neném, que teria ligação com o grupo criminoso Primeiro Comando da Capital (PCC), e estava usando tornozeleira eletrônica. Feridos, foram socorridos para o Hospital Geral do Estado (HGE).

Em choque com a situação, a idosa foi atendida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), de acordo com informações da RecordTV Itapoan.

COMUNIDADE PADRE ELÓI

O confronto na comunidade Pedro Elói que resultou no sequestro da idosa também teve a participação de outros seis suspeitos. Dois deles foram mortos em confrontos com policiais, de acordo com informações da Polícia Militar da Bahia. Quatro conseguiram fugir. Bahia Notícias -foto: Reprodução / RecordTV Itapoan

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo