BrasilGeral

Sem vacinar contra Covid, homem tem transplante de coração negado

Com problema cardíaco hereditário, DJ Ferguson, um norte-americano de 31 anos, foi retirado do topo da lista de receptores para um transplante de coração. A doença cardíaca que compromete sua saúde faz com que os pulmões e o coração se encham de sangue e fluido.

A decisão foi tomada pelo Boston Brigham and Women’s Hospital, um hospital universitário da Harvard Medical School, após constatarem que Ferguson não se vacinou contra a Covid-19. 

O pai dele, David, lamentou em entrevista à CBS Boston e disse que o filho está internado à beira da morte e explicou o motivo pelo qual ele não se imunizou. “É meio que contra seus princípios básicos. Ele não acredita nisso”, contou o pai.

Em comunicado, a unidade de saúde explicou que a vacina é de extrema importância para que o paciente tenha sucesso na operação e mais chances de sobrevida após o transplante.

“E como muitos outros programas de transplante nos Estados Unidos, a vacina Covid-19 é uma das várias vacinas e comportamentos de estilo de vida necessários para candidatos a transplante no sistema Mass General Brigham, a fim de criar o melhor chance de sucesso da operação e também a sobrevida do paciente após o transplante”, informou o Hospital.

O hospital também explicou que segue todas as diretrizes de transplante de acordo com as recomendações da Sociedade Americana de Transplantes, da Sociedade Americana de Cirurgiões de Transplantes e da Sociedade Internacional de Transplante de Coração e Pulmão.

Bahianoticias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo