Cotidiano

Sem máscara, desembargador rasga multa e chama guarda municipal de “analfabeto”; TJ-SP vai apurar conduta do magistrado

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) informou neste domingo (19) que vai apurar a conduta do desembargador Eduardo Almeida Prado Rocha de Siqueira após ele ter se recusado a usar máscara na rua em Santos, litoral paulista. Em registro que viralizou nas redes sociais, o desembargador aparece rasgando multa aplicada por um guarda municipal e chamando o servidor público de “analfabeto”.

“Em relação ao episódio ocorrido em Santos, ontem (18), quando o desembargador Eduardo Almeida Prado Rocha de Siqueira foi multado por um Guarda Civil Municipal por não utilizar máscara enquanto caminhava na praia, o Tribunal de Justiça de São Paulo informa que, ao tomar conhecimento, determinou imediata instauração de procedimento de apuração dos fatos; requisitou a gravação original e ouvirá, com a máxima brevidade, os guardas civis e o magistrado”, afirmou a corte através de nota.

As informações são do portal UOL. Também de acordo com a publicação, a prefeitura de Santos também se manifestou sobre o ocorrido, por meio de uma nota de repúdio. No texto, o município afirma que não é a primeira vez que o desembargador é multado pela rejeição ao uso de máscara. “O secretário de Segurança de Santos, Sérgio Del Bel, deu total apoio à equipe que fez a abordagem e a multa foi lavrada”, informou no último sábado.

Bnews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo