Geral

Sem acordo por valor mínimo de frete, caminhoneiros protestam em três estados

GREVE CAMINHONEIRO - 2015Após reunião sem êxito realizada entre caminhoneiros e a Secretaria-Geral da Presidência (SGP), em Brasília, para negociar o estabelecimento de um valor mínimo de frete, manifestações ocorrem nos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul e Paraná na manhã desta quinta-feira (23). Segundo informações do portal G1, o ministro da SGP, Miguel Rossetto, informou à categoria que o tabelamento do preço é “impraticável” por conta da diferença entre as estradas e os tipos de cargas transportadas. No Rio Grande do Sul, foram bloqueadas a BR-386, na cidade de Soledade; a BR-101, em Três Cachoeiras; e a BR-470, em Veranópolis, na região da Serra. Já em São Paulo, caminhoneiros ocupam estradas e postos de combustíveis no entorno de Ribeirão Preto, no aguardo de pagamento suficiente para compensar o retorno para casa. Segundo a Federação dos Transportadores Rodoviários Autônomos do Estado de São Paulo (Fecamsp), o valor do frete caiu 37% nos últimos cinco meses – e no caso de Ribeirão Preto, com aumento do diesel e do pedágio, acaba não compensando a realização das viagens. No Paraná, por volta das 7h, os bloqueios ocorriam na BR-277 em Medianeira, no oeste do estado, e na BR-376, no norte. Na BR-277, os caminhoneiros já tinham interrompido o fluxo na altura da cidade de Itatim durante a madrugada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo