Geral

Secretaria de Saúde e hospital de Mutuípe, emitem nota sobre idosa que faleceu dia 12 de julho com covid-19

A secretária de saúde de Mutuípe, Andreia Andrade, encaminhou nota ao Mídia Bahia, na tarde deste sábado (18), em relação ao falecimento da idosa de 96 anos, vítima da covid-19, no dia 12 de julho, veja a seguir:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Mutuípe, 18 de julho 2020

Paciente idosa, com comorbidades previas, deu entrada no Hospital Maternidade Clélia Rebouças dia 12 de julho de 2020, com desconforto respiratório leve, afebril, sem relato de contato com COVID positivo. Por protocolo da casa, todo paciente com síndrome respiratória e com comorbidade é testado para COVID 19 a fim de afastar como hipótese diagnostica visto que há um crescente número de casos de pacientes com COVID e sintomas atípicos na cidade e no Estado. A paciente evoluiu no mesmo dia do internamento com diminuição súbita da saturação, desconforto respiratório e parada cardiorrespiratória.


Foi realizado teste rápido para COVID 19, com resultado negativo. Diante de todas as comorbidades pré-existentes, e da inicial não suspeita principal de COVID não fazendo com que fosse a causa da suspeita do óbito, foi decidido a critério médico manter a coleta já feita apenas para afastar possibilidade, mesmo diante do quadro clínico e da história clínica relatada pela família e associada aos problemas de saúde e idade avançada.


O exame RT-PCR (seguindo o protocolo do Ministério da Saúde NOTA TÉCNICA COE SAÚDE No 54 DE 08 DE ABRIL DE 2020, para Síndromes Respiratórias em pacientes internados), testou positivo para COVID 05 dias após o óbito, mas sua história, quadro clínico e TESTE RÁPIDO em tempo oportuno de resultado NEGATIVO, não condiziam a princípio com essa suspeita, não havendo dados suficientes que justificassem uma conduta a tal ponto de evitar um velório como suspeita de COVID.

Hospital Maternidade Clélia Rebouças, juntamente com a Secretaria Municipal de Saúde, iniciou conforme Protocolo do Ministério da Saúde e Plano de Contingências do município, todas as medidas cabíveis sobre as orientações aos familiares. A família da paciente e seus contactantes seguem em acompanhamento e monitoramento com a equipe da vigilância epidemiológica.

Nós, do Hospital Maternidade Clélia Rebouças e da Secretaria Municipal de Saúde, nos sensibilizamos com a família e nos colocamos a disposição para maiores esclarecimentos.

Atenciosamente,

Dr. Fernando Gomes de Mendonça Filho – CRM BA 26224 – Diretor Clínico do HMCR.
Andreia Andrade Silva – Secretária Municipal de Saúde – Mutuípe-Ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo