Geral

Secretaria de Saúde de Presidente Tancredo Neves emite nota sobre socorro à gestante que perdeu gêmeos

A secretaria de saúde do município de Presidente Tancredo Neves, na região do Baixo Sul, emitiu comunicado a respeito da gestante, residente na região do Alto da Prata, que teria entrado em trabalho de parto em casa, e acabou perdendo os dois recém-nascidos.

Segundo a família a unidade do SAMU não chegou a local para prestar socorro devido a condição das estradas, mas a prefeitura contesta a informação. Veja a seguir o comunicado.

A direção do Hospital e Maternidade Luiz Eduardo Magalhães vem a público informar a população o ocorrido na madrugada da última quinta-feira (21). A direção do Hospital tomou conhecimento que a ambulância do SAMU havia saído para atender uma ocorrência a uma mulher gestante na região do Alto da Prata, por volta de 1 hora da madrugada, prontamente os profissionais do Hospital ficaram preparados para qualquer eventualidade que necessitasse de urgência. Hora depois, o SAMU retornou a base que fica no Hospital, informando que não havia localizado a pessoa que tinha pedido o socorro, haja vista, que a base tinha informado que ficaria uma pessoa esperando na estrada aguardado a chegada da ambulância e isso não aconteceu. Todos entenderam que se tratava de um trote. Horas depois, por volta das 3 horas da madrugada, um senhor chegou a Unidade Hospitalar para pedir ajuda sobre o referido caso, informando que o local era na região dos Macacos e não no Alto da Prata como tinham comunicado na ocorrência. A equipe foi ainda informada que para chegar até a residência da mulher de nome A. P. J, 33 anos, havia uma ladeira com declive e que por conta da chuva a ambulância do SAMU não chegaria até a casa da mesma. Mais uma vez, a equipe de plantão buscou nova alternativa, solicitando que a L200 da saúde fosse levar os profissionais para prestar o socorro, e que a ambulância do SAMU fosse junto e aguardasse próximo a ladeira até a volta da L200. Além dos profissionais do SAMU foram juntos profissionais do Hospital, uma vez que a urgência e emergência cabe ao SAMU, mas todo apoio é válido quando se trata em salvar vidas. Chegando ao local, a equipe de profissionais constaram que a mulher já havia tido o parto prematuro e que se tratava de um casal de gêmeos. Os bebês tinham 5 meses e a mãe não tinha realizado nenhum pré-natal e não sabia que se tratava de uma gravidez de gêmeos. Ressaltando que todos os procedimentos de urgência e emergência foram feitos e a mulher socorrida foi encaminhada até o Hospital de Base em Santo Antônio de Jesus. A direção do Hospital e maternidade Luiz Eduardo Magalhães em nenhum momento mediu esforços para socorrer a vítima e encontra-se a disposição para qualquer esclarecimento, tanto para a comunidade, como também para os veículos de comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo