MutuípeSlide

Secretária de saúde de Mutuípe esclarece receitas com carimbo de optometrista

A secretária de saúde de Mutuípe, Andreia Andrade, cedeu entrevista, neste sábado (4), após denúncias de moradores alegando terem sido atendidos com optometrista durante mutirão oftalmológico, o que segundo entendimento do Supremo Tribunal Federal não pode acontecer, questionada sobre o assunto a chefe da pasta disse:

No 1º dia, respondendo sua pergunta, nós tivemos um pequeno atraso do médico, quando a equipe chegou aqui para o atendimento e algumas pessoas, após passarem na sala de triagem… por que como é que funciona? O paciente chega, vai aguardar o momento da triagem, confirmou que está agendado, passa pelas salas dos exames oftalmológicos. Quando a gente vai para o atendimento oftalmológico, ele passa por todas as etapas dos exames, nós temos um técnico que ele vai colocar o paciente para fazer os exames, aqui foi o optometrista que fez todo esse procedimento de exame, mas a consulta está sendo realizado pelo profissional médico, o oftalmologista, então que foi que aconteceu? Nesse intervalo de tempo o pequeno atraso do médico algumas pessoas se deslocaram para as óticas, para provavelmente ver um possível orçamento, do que vier precisar para compra de seus óculos, até porque aqui é o atendimento e não está vinculado a compra de óculos, o paciente quando ele sai do último atendimento, da última sala que é o consultório do oftalmologista, ele tem o direito de escolher onde ele quer comprar o seu óculos se aqui, se é em Santo Antônio de Jesus, se é Laje ou Salvador, então assim, o mutirão ele não tem vinculo nenhum a compra e venda de óculos, que isso fique bem claro, e provavelmente algumas pessoas com o resultado dos exames que foram feitos até o atendimento médico, procurar algumas óticas para poder fazer o seu orçamento e não tinham passado ainda pelo médico oftalmologista.

Andrade exaltou o acesso da população aos exames diante da grande demanda apresentada pelo município: “a gente trouxe esse mutirão para a gente tentar trazer para a população uma acessibilidade desse serviço que está sendo ofertado.” Emendou a secretária.

A convite, as salas de triagem e atendimento com oftalmo foram visitadas pelo site Mídia Bahia e pela Rádio Interativa, na companhia de uma profissional optometrista da empresa responsável pela execução do serviço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo