Brasil

Se aprovada delação, Eike deve revelar pagamento de propina a Lula

Na tentativa de fechar um acordo de delação premiada, o empresário Eike Batista entregou ao Ministério Público (MP) um resumo do que pretende delatar. Dentre as revelações mais comprometedoras, está o pagamento de R$ 2,5 milhões em propina para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em troca de favorecimento junto à empresa de investimentos ligados ao pré-sal, a Sete Brasil.

Segundo publicado pela coluna Radar da revista Veja, neste sábado (8), o magnata ainda deve detalhar negociações com parlamentares para a legalização do jogo no Brasil, projeto que está em andamento no Congresso.

Preso desde o dia 30 de janeiro deste ano em Bangu, Eike Batista é acusado de pagar propina ao ex-governador do Rio Sérgio Cabral, dentro de um esquema que ocultou milhões de reais no exterior.

O empresário já chegou a dizer que passaria tudo a limpo. No entanto, na sequência, sua defesa negou que ele tivesse interesse em fazer acordo de delação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo