GeralSlide

SC: Com dois atos simultâneos, manifestantes ‘sem partido’ erram de protesto

MANIFESTAÇÃO - SCDois protestos agendados por grupos diferentes geraram confusão entre jovens na noite desta terça-feira (25) em Florianópolis. Um protesto foi organizado pelo Movimento Passe Livre e apoiado por militantes de siglas como PT, PCdoB, PSTU e PDT. Outro, o dos chamados “sem partido”, foi promovido pelas redes sociais e divulgado pelo grupo autodenominado Anonymous. Os partidários realizaram o ato diante da Catedral Metropolitana e em seguida foram ao Terminal Central (Ticen) pedir pela gratuidade da tarifa. O movimento, que reuniu mais de três mil pessoas, seguiu pela Via Expressa Sul e fechou o túnel Antonieta de Barros, onde ganhou o apoio dos “sem partido”. Muitos dos jovens só foram perceber que estavam na passeata “errada” horas depois. “Fui puxar o côro ‘sem partido’ e me chamaram a atenção. Só aí que eu vi que estava na passeata do pessoal do Movimento Passe Livre, que é todo do governo federal”, reclamou o estudante de Administração Leonardo Schardiek, 22 anos. “Esperei pela passeata convocada pela internet”. A estudante Camila Machado, 23 anos, integrou a linha de frente do protesto, carregou faixas, mas só percebeu que estava no movimento que “combatia” quando estava no meio do túnel Antonieta de Barros. “Eu e minhas colegas não queremos nada com a UNE (União Nacional dos Estudantes). Só fui ver quando o pessoal da UNE ficou com megafone diante de nós”, afirmou. “Perguntamos e vimos que estávamos na manifestação do Movimento Passe Livre”. Um dos integrantes do movimento de esquerda, Gabriel Batiston Sulino, 28 anos, tratou de ironizar os “equivocados”. “Pessoal se equivocou. Isso que dá ‘coxinha’ da classe média querer participar de protesto”. Informações do Portal Terra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo