Sem categoria

Sargento Isidório afirma que nunca foi tão perseguido e pede respeito em procunciamento na Assembleia

O deputado estadual Pastor Sargento Isidório (PSB) levou, na última terça-feira (19), para a Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública da Assembleia Legislativa, o porrete “Tereza”, simbolicamente utilizado para exigir o respeito e a disciplina na Fundação Dr. Jesus, e afirmou que nunca foi tão perseguido como agora. “Há 18 anos, eu estava dentro da Corporação (PM), usava drogas e planejava assaltos. Nem nessa época eu fui tão perseguido. Mas a partir do momento em que conheci a palavra de Deus e abri a minha casa para homens e mulheres dependentes químicos, essa perseguição começou”, declarou durante a audiência pública que tratou da insegurança em que vivem os taxistas no Estado. O discurso foi fundamentado nas recentes denúncias publicadas pelo Jornal da Metrópole sobre os métodos para tratamento de dependentes químicos na Fundação Dr. Jesus, administrada pelo parlamentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo