BrasilCidadesGeral

Santo Antônio de Jesus tem transporte intermunicipal reautorizado; veja outras cidades na Bahia

O governo do estado anunciou a flexibilização do transporte intermunicipal em 42 cidades a partir da próxima semana. Para tanto, é preciso que a taxa de ocupação dos leitos de UTI no estado continuem abaixo de 70%. Segundo o último boletim divulgado pela Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), na quinta-feira (6), o indicador estava em 65%.

A autorização de retorno inclui mais de 100 linhas intermunicipais que operam em cidades distantes de Salvador em até 100 quilômetros. Também fica autorizada linhas interestaduais apenas nestas cidades.

São elas: Alagoinhas, Amélia Rodrigues, Antônio Cardoso, Araçás, Aramari, Aratuípe, Cachoeira, Catu, Conceição da Feira, Conceição do Almeida, Conceição do Jacuípe, Coração de Maria, Cruz das Almas, Dom Macedo Costa, Feira de Santana, Governador Mangabeira, Ipecaetá, Irará, Itanagra, Jaguaripe, Maragogipe, Muniz Ferreira, Muritiba, Nazaré, Pedrão, Salinas da Margarida, Santo Amaro, Santo Antônio de Jesus, Santo Estevão, São Felipe, São Félix, São Gonçalo dos Campos, Saubara, Teodoro Sampaio, Camaçari, Candeias, Dias D’Ávila, Madre de Deus, Mata de São João, Pojuca, São Francisco do Conde e São Sebastião do Passé.

Para a retomada, os ônibus deverão seguir protocolo que determina circulação com 50% de ocupação, venda de passagens antecipadas e testagem dos funcionários. A Secretaria de Infraestrutura da Bahia (Seinfra) e a Agerba deverão acompanhar e fiscalizar as determinações para a reabertura.

Transporte hidroviário

No sistema hidroviário de transporte, que inclui lanchinhas e ferry boat, os operadores deverão cumprir o quadro de horário regular, incluindo sábados, domingos e feriados. As lanchinhas voltam a funcionar das 5h às 21h, e os ferries, com saída de hora em hora, de 5h às 23h30. Também será retomada a operação de catamarãs para Cairu (Morro de São Paulo), no quadro de horário regular.

Para todos os casos continua valendo a ocupação máxima de 50% da capacidade. As medidas de higienização também devem ser cumpridas, com higienização regular e proibição de entrada e permanência de passageiras sem máscaras facial em embarcações, veículos e terminais.

Nos terminais, é obrigatório o cumprimento dos protocolos determinados pelos órgãos de saúde e das medidas de distanciamento entre passageiros e funcionários.

Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar