Saúde

Santo Antônio de Jesus registra primeira morte por suspeita de microcefalia

Segundo a Sesab, foram notificados 550 casos em 128 municípios baianos.

Ilustrativa
Ilustrativa

A Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) informou nesta terça-feira (29) que o número de morte de bebês com suspeita de microcefalia no estado da Bahia subiu para 27 óbitos.

No último boletim, 23 mortes em bebês com suspeita da doença haviam sido informadas.

Ainda segundo a Sesab, foram notificados 550 casos em 128 municípios baianos até o dia 26 de março, obedecendo o novo critério de notificação, que prevê um perímetro cefálico igual ou menor que 31,9 cm para bebês do sexo masculino, e igual ou menor que 31,5 cm para bebês do sexo feminino.

Destes casos notificados, 222 foram investigados com a realização de exame de imagem e/ou exame laboratorial, sendo 161 confirmados e 61 descartados.

As 27 mortes registradas até então foram nas cidades de Alagoinhas (1), Anguera (1), Camaçari (3), Conceição do Jacuípe (1), Cravolândia (1), Crisópolis (1), Monte Santo (1), Barro Preto (1), Campo Formoso (1), Itabuna (1), Itapetinga (1), Olindina (1), Salvador (6), Tanhaçu (1), Esplanada (1), Feira de Santana (1), Tancredo Neves (1), Santo Antônio de Jesus (1), Simões Filho (1) e Senhor do Bonfim (1).

No dia 22 de março, o  Ministério da Saúde divulgou um balanço onde a Bahia aparecia como o segundo estado com maior número de notificações de suspeita de microcefalia. Na ocasião, haviam 960 casos suspeitos, sendo 670 em investigação, 170 confirmados e outros 120, descartados.

A Bahia só perdia em número de casos suspeitos para Pernambuco, que tinha 1.819 notificações, com 268 confirmações e 341 casos descartados. Correio24h.

Veja mais

Projeto prevê aumento de pena para aborto em caso de microcefalia

Bahia notifica 863 casos suspeitos de microcefalia em 144 municípios, diz Sesab

Cientistas dizem ter encontrado prova da relação entre microcefalia e vírus Zika

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios