Cotidiano

Salvador é a capital mais eficiente na aplicação de vacinas, diz levantamento

Com índice de 94,6%, Salvador é a cidade mais eficiente na aplicação de doses da vacina contra a Covid-19 na relação entre o quantitativo recebido e destinado à população, em comparação com as outras capitais do país. De acordo com o levantamento do Ministério da Saúde, de 1.434.323 doses recebidas, a capital baiana já aplicou 1.356.726. Além de Salvador, apenas Campo Grande (MS) ultrapassou o índice de 90% — apresentando 92,4% no ranking.

No sábado (19), a cidade ultrapassou a marca de 957 mil pessoas imunizadas que receberam a primeira dose do imunizante — a segunda dose já abrangeu 408 mil cidadãos. Após alcançar os públicos prioritários, seguindo o Plano Nacional de Imunização, Salvador também tem avançado na vacinação por idade – neste domingo (20), recebem a primeira dose as pessoas com 48 anos, nascidas até 20 de fevereiro de 1973.

“Desde o início, entendemos que a vacinação é o caminho para vencermos a Covid-19 e fazer com que Salvador possa retomar todas as atividades e a rotina o mais rápido possível. É muito gratificante ver que esse esforço vem dando resultado, principalmente no sentido de preservar vidas. Vamos continuar trabalhando para, assim que chegarem, colocar rapidamente as doses no braço de cada um dos cidadãos”, diz o prefeito Bruno Reis.

Segundo a gestão municipal, o resultado é fruto do esforço iniciado em janeiro deste ano para imunizar com maior agilidade possível os cidadãos soteropolitanos em uma das principais estratégias de enfrentamento à Covid-19 na cidade. Somente no quesito vacinação, a prefeitura diz que investimentos envolveram a aquisição de equipamentos, como ultrafreezers para acondicionamento dos imunizantes.

Além disso, foi montada uma megainfraestrutura de aplicação das doses, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) e com apoio de outros órgãos. Ao todo, são mais de 1,5 mil profissionais envolvidos, disponibilizados diversos pontos de imunização drive-thru e fixos, implantação da vacinação em domicílio através do Vacina Express, e criação das ferramentas tecnológicas Hora Marcada, QR Code da Vacinação, Vacinômetro, Filômetro e o portal de cadastramento das comorbidades, dentre outras iniciativas.

Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo