GeralSaúde

Salto alto não combina com gravidez, diz especialista

SALTO ALTOAdorado por muitas mulheres, o salto alto pode ser um inimigo durante a gravidez. Apesar do conhecimento de que a altura do acessório influencia na saúde do pé, do calcanhar e da coluna, na gestação pode ser um complicador a mais. No período, a tendência é que o músculo abdominal se estique e o peso do bebê incline a pelve (bacia) para a frente. Além disso, a parte traseira faz um arco para trás com objetivo de restaurar o equilíbrio e esticar as articulações da coluna lombar. O especialista Martin Knight, consultado pelo site Female First, diz que as mudanças na postura fazem com que 27% das mulheres grávidas caiam durante a gravidez. Muitas ainda sofrem com dor na coluna e sobrecarga de peso no pé, tornozelo e calcanhar. Ele explica que para se adaptar à mudança de peso e equilíbrio, a mãe vai ter de fazer um “gingado” lateral. Como os tendões estão ligados ao joelho e à pelve (e ajudam a endireitar o quadril), quando apertados, e depois de longos períodos sentada, a mãe sentirá uma pressão sobre a pelve e a coluna vertebral, o que agrava a irritação dos nervos e articulações, geralmente com dor. O especialista ainda recomenda exercícios para a coluna lombar e para o fortalecimento do abdômen, e só usar saltos em ocasiões especiais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo