Cotidiano

Rui sobre operação da PF contra Witzel: “Investigação com fins políticos, partidários e eleitorais”

O governador Rui Costa (PT) comentou na manhã desta quarta-feira (27), a operação deflagrada pela Polícia Federal ontem (26) em imóveis ligados a Wilson Witzel (PSC), governador do Rio de Janeiro. Rui criticou o fato da ação ter se “transformado em espetáculo de TV”, além da informação dada pela deputada Carla Zambelli na véspera da deflagração. 

“Eu sou a favor de que tudo seja apurado. Eu sou veementemente contra transformar em espetáculo de televisão processos de investigação porque você condena todos previamente, mesmo que o processo venha a mostrar depois que a pessoas não tem nenhuma responsabilidade. Acho um absurdo se apropriar de instituições que são a base de qualquer democracia, da Justiça, do Ministério Público e mesmo da Polícia Federal para transformar as ações de investigação em espetáculos midiáticos com fins políticos, partidários e eleitorais. 

Ainda de acordo com Rui, o presidente Jair Bolsonaro tem mostrado preocupação com o trabalho desenvolvido pela Polícia Federal, e esquecido que o Brasil tem uma série de outros problemas.  

“Primeiro o presidente demite o ministro da Justiça dizendo que quer controlar a Polícia Federal, que ele não admite que quem esteja lá não passe relatórios pra ele como se a função dele fosse despachar o com o chefe da PF, como se o país não tivesse outros problemas. Dias depois ele trocas as pessoas, e dias depois uma deputada que é conhecida por participar da intimidade da família e do gabinete do ódio como se fosse algo que ela tivesse participado da organização, da elaboração do planejamento, o negócio é tão escrachado que ela dá uma entrevista a uma rádio e divulga, só faltou marcar a data, hora, como se ela fosse a chefa da PF. É muito triste para onde o pais está indo, não quero julgar o erro, toda apuração deve ser feita, eu estou analisando as circunstancias que isso foi elaborado, planejado e divulgado.

Bnews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar