Cidades

Rui ironiza decisão para readmitir funcionários da Ebal: ‘Existe cofre abarrotado de dinheiro?’

Embora a Justiça tenha determinado a readmissão dos trabalhadores demitidos pela Empresa Baiana de Alimentos (Ebal), o governador Rui Costa (PT) não pretende cumprir a decisão judicial.

 

O petista informou na manhã desta sexta-feira (22) que vai colocar as unidades da Cesta do Povo à venda e, se não conseguir, vai fechá-las. “O que é que o juiz acha? Que existe um cofre abarrotado de dinheiro?”, ironizou durante discurso em meio à inauguração da Policlínica Regional de Jequié.

 

O governador afirma que quando assumiu a gestão estadual tirava “R$ 60 milhões pra tapar o buraco” da rede de estabelecimentos. “O povo pobre não pode financiar um supermercado ineficiente, isso não é atividade pra o governo, isso é atividade pra iniciativa privada. Em nenhum lugar no mundo, nem na China, o governo é dono de supermercado”, contestou, destacando que esse dinheiro poderia ser investido em outras áreas, como educação e saneamento.

 

A decisão da juíza Marylucia Leosney da Silveira, da 28ª Vara do Trabalho de Salvador, deve ser cumprida em 60 dias. Em caso de descumprimento, o governo e a Ebal serão multados em R$ 10 mil diariamente

Um Comentário

  1. Ele não vai cumprir a determinação, são várias ordens judiciais descumpridas pelo governador, se fosse um cidadão comum, já estaria preso, mas ele, faz chicana com a cara do judiciário baiano, não cumpre mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo