Esportes

Romário aprova recusa de Tite e alfineta Gilmar Rinaldi: 'Cinegrafista da Copa de 1994'

romario - go - coletivaEx-jogador e hoje Senador da República, Romário mostrou neste sábado (9) que não perdeu uma das suas principais características: a língua afiada. Em Goiânia para jogo beneficente junto com Alex Dias, o baixinho voltou a fazer duras críticas à Confederação Brasileira de Futebol. Romário aprovou a recusa de Tite em relação a sondagem feita para assumir a seleção brasileira. Além disso, também se colocou contra a postura do técnico Dunga e do coordenador de seleções Gilmar Rinaldi ao se relacionarem com o presidente licenciado Marco Polo Del Nero.
“Com o momento que vive o futebol e o momento da CBF, aquele treinador que realmente quiser fazer um trabalho digno, decente e que quiser entrar para dirigir a seleção brasileira com nenhum tipo de peso na consciência, tem realmente que fazer o que o Tite fez: dar um não. A CBF, no momento, está desgovernada, não sabe quem manda. O triste é a gente ler e ouvir no noticiário que o Dunga e o Gilmar foram à CBF conversar com o Marco Polo Del Nero. Quem é ou foi Marco Polo Del Nero para o futebol? Principalmente porque está afastado. Só pessoas que realmente têm apego ao cargo poderiam acatar e aceitar determinadas ordens desse senhor, que, todos nós sabemos, é a grande praga do nosso futebol”, afirmou.
Leia mais
Outro assunto discutido foi a denúncia feita por Dunga e Gilmar Rinaldi contra Romário no Conselho de Ética do Senado. O ex-atleta afirmou que já tomou as medidas para se defender e ironizou Gilmar ao lembrar da Copa de 1994. Naquela ocasião, o ex-goleiro sequer entrou em campo.
“Eles têm esse direito. Eu já fiz regimentalmente o que tinha que fazer em relação ao Conselho de Ética. Se não tivermos a possibilidade de dizer e passar para as pessoas tudo aquilo que a gente quer, principalmente as verdades, do que adiantaria ser um senador da República? O que falei deles eu repito. Hoje, com certeza, são pessoas que não fazem bem ao futebol, até dentro de campo. Que não evoluíram em nada. Tanto é que nosso futebol hoje é o sétimo na lista da Fifa. Isso é uma vergonha. Um foi campeão do mundo jogando [Dunga] e o outro foi o cinegrafista da Copa do Mundo de 1994. É uma pena o que está acontecendo”, completou.
Junto com nomes importantes do futebol como Alex Dias, Túlio Maravilha, Paulo Nunes, Denílson, Júnior Baiano, Flávio Conceição, Fabão e Josué, Romário fará o “Jogo Solidário” na tarde deste sábado, às 16h, no estádio Hailé Pinheiro.
BN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo