Cotidiano

Robinho se diz “perseguido” pela Globo e defende Bolsonaro: “Emissora do demônio”

O jogador Robinho teceu críticas contra a cobertura da TV Globo após ser contratado pelo Santos e se ver novamente envolvido no escândalo envolvendo a sua condenação por estupro, na Itália. Em um áudio que está circulando nas redes sociais, ele afirmou que está tranquilo e que a emissora está o “perseguindo” assim como faz com o presidente Jair Bolsonaro.

“Bebeto, tô em paz, irmão. Como falei, Deus está me preparando para algo muito maior. No deserto, é nesses ataques que você se aproxima de Deus e se prepara. A gente tem N exemplos aí. Você viu o que fizeram com o Bolsonaro antes da eleição? O ataque que fizeram ao cara? Falando que o Bolsonaro era isso e aquilo? Que o Bolsonaro era racista, fascista, que era assassino? E quanto mais eles batiam no Bolsonaro, mais ele crescia. Então estou em paz mesmo, de coração. Não estou preocupado com eles”, diz Robinho em um dos áudios.

O jogador chama o canal de “emissora do demônio”. “O bem sempre vence e a verdade vai aparecer. Os caras aí são pessoas usadas pelo demônio, né? A gente sabe como a TV Globo é uma emissora do demônio. É só você ver as novelas, as programações. Então eu estou em paz. Deus vai dar a vitória. Que se cumpra o propósito de Deus na minha vida. Meter gol neles, ‘tamo junto’. Vou meter uma camisa quando fizer gol: ‘Globo lixo, Bolsonaro tem razão'”, completa o jogador.

Nesta sexta-feira (16), o Globo Esporte revelou interceptações telefônicas autorizadas pela Justiça italiana que revelam diálogos de Robinho com amigos com comentários sobre o suposto abuso contra uma mulher alcoolizada. A condenação do Tribunal de Milão, em  novembro de 2017, ainda não é definitiva e cabe recurso. O caso aconteceu numa boate de Milão chamada Sio Café na madrugada do dia 22 de janeiro de 2013. 

Bnews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar