Cotidiano

Riachão: Noivo de professora morta passa por exame de corpo de delito

LENATA RIOSO noivo da professora de inglês, morta em Riachão do Jacuípe, no domingo (3), passou por exame de corpo de delito.
O procedimento faz parte das investigações sobre o assassinato de Ienata Rios, de 35 anos, a golpes de faca. Cássio Fabrício de Almeida, de 30 anos, noivo da vítima, estava com um ferimento do lado direito da testa quando depôs à polícia.
Segundo o Correio, ele não soube explicar como teria acontecido o ferimento. Cássio e Ienata estavam juntos há três anos e costumavam se ver em fins de semana e feriados.
Ainda no depoimento, Almeida disse que não passou o fim de semana com Ienata por conta do aniversário do filho dele, e que o último contato com a noiva foi no sábado (2), pelo WhatsApp por volta das 18h, mas que não teve resposta.
O corpo de Ienata Rios foi sepultado nesta terça-feira (5) em Pé de Serra, também na Bacia do Jacuípe. Laudos do Departamento de Polícia Técnica (DPT) são aguardados para a continuação das investigações do caso.
BN
Leia mais
Rui minimiza impacto eleitoral do Réveillon de Salvador: ‘Não vou fazer crítica gratuita’
Irmão do goleiro Bruno revela onde estariam os restos mortais de Eliza Samudio
Salvador é capital recordista em traição no Brasil; homens são mais infiéis
Campanha de vacinação da pólio é adiada devido à Olimpíada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo