Cidades

Revita pagou R$ 448 mil a consultoria de José Dirceu; empresa tem ligação com Youssef

JOSE DIRCEUA Solvi Participações, empresa envolvida na Operação Lava Jato, também contou com os serviços da consultoria de José Dirceu, a JD Assessoria e Consultoria. Conforme publicado na coluna Radar, de Lauro Jardim, a empresa pagou R$ 448 mil ao ex-ministro entre 2007 e 2009. A Solvi é controlada pelo empresário Carlos Villa e composta, entre outras, pela Revita Engenharia. A Revita está entre as empresas para as quais Meire Poza, contadora do doleiro Alberto Youssef, emitiu notas frias. No caso da empresa, a fraude foi de R$ 600 mil. Meire indicou à CPMI da Petrobras, em outubro de 2014, que R$ 7 milhões oriundos das notas frias que emitiu renderam repasses de Youssef a Luiz Argôlo, André Vargas e Pedro Leoni Ramos. Questionada pelo deputado Izalci Lucas (PSDB-DF) sobre os R$ 600 mil da Revita pagos ao doleiro, a contadora disse não lembrar a quem Youssef os destinou. Em contato com a coluna, a Solvi Participações afirmou que a JD Assessoria e Consultoria “prestou serviços de consultoria para a empresa, entre os anos de 2007 e 2010, visando sua expansão comercial no mercado da América do Sul”. A empresa refutou “veementemente a acusação inverídica de pagamento de valores representados por ‘notas frias'” e garante ter provas de que uma auditoria interna prova que Meire Poza mentiu à CPMI da Petrobras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo