Sem categoria

Revisor do mensalão condena Valdemar Costa Neto e mais dois do antigo PL

Revisor do processo do mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Ricardo Lewandowski votou nesta segunda-feira (24) pela condenação de três réus ligados ao antigo PL (atual PR). Lewandowski condenou o deputado Valdemar Costa Neto (PR-SP) e o ex-tesoureiro da sigla, Jacinto Lamas, por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. Já ao ex-deputado Carlos Rodrigues, conhecido como Bispo Rodrigues, foi atribuída a prática de corrupção. Ele foi inocentado pelo revisor da acusação de lavagem de dinheiro. Lewandowski também absolveu o ex-assessor Antonio Lamas por falta de provas, a pedido do Ministério Público. “Os elementos colhidos nos autos levam a conclusão de que Valdemar Costa Neto recebeu valores de Valério em razão de sua condição de parlamentar, o que configura vantagem indevida”, declarou o ministro. De acordo com o Ministério Público, Valdemar recebeu R$ 8,8 milhões do valerioduto e utilizou uma empresa fantasma, a Guaranhuns, para disfarçar a origem dos recursos. Segundo a denúncia, o parlamentar negociou com o PT um acordo para conseguir o dinheiro em troca do apoio do PL ao governo no Congresso. Informações da Folha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo