Cotidiano

Responsável pelo Enem, diretor do Inep morre por complicações do coronavírus

O general Carlos Roberto Pinto de Souza, de 59 anos, diretor de Avaliação da Educação Básica do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), morreu nesta segunda-feira (11) por complicações causadas pelo novo coronavírus. Ele comandava a diretoria responsável pela elaboração do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, o militar da reserva tratava a doença desde dezembro do ano passado em Curitiba (PR). Em nota, o Inep lamentou a morte de Carlos Roberto a afirmou que ele participou ativamente da criação do Enem Digital e do Novo Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb).

“A presidência do Inep, em nome de todos os seus colaboradores, agradece o trabalho desempenhado com dedicação, entusiasmo, responsabilidade e senso ético pelo diretor Carlos Roberto. Seu nome estará registrado na história do Inep”, afirmou o órgão, que não citou a doença.

A morte do diretor do instituto ocorre em meio às pressões para o adiamento do exame. A Defensoria Pública da União (DPU) e entidades estudantis se posicionaram contra a realização do Enem este mês por causa dos avanços da pandemia da Covid-19. A DPU chegou a entrar com um pedido na Justiça Federal para adiar a prova.

Apesar do crescimento no numero de casos, o governo federal não está aberto a alterar o cronograma do exame e afirmou que a prova está mantida para os dias 17 e 24 de janeiro.

Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo