Cotidiano

Relator defende estabilidade de 18 meses na privatização dos Correios

O relator do projeto que privatiza os Correios, deputado Gil Cutrim (Republicanos-MA), incluiu no relatório prévio um trecho que assegura estabilidade de 18 meses para funcionários da estatal. Além dessa medida, o texto, que ainda não foi apresentado oficialmente e pode ser alterado, estabelece as diretrizes para um Programa de Demissão Voluntária. Os funcionários que desejarem, poderão sair após 180 dias da privatização.

Com isso, o servidor teria direito a manutenção de plano de saúde por um ano, mesmo período em que receberia uma indenização. O funcionário também poderia passar um programa de requalificação para se preparar para o mercado de trabalho. O texto também determina que os Correios serão 100% privatizados. O governo decidiu vender a totalidade da estatal em um leilão previsto para março.

Revista Oeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo