Entretenimento

Regina Duarte aos 70 anos: ‘Sou aquela expansiva incontrolável’

Aos 70 anos e com mais de 50 anos de carreira, Regina Duarte viverá sua primeira cafetina na novela “Tempo de Amar”. Em entrevista à coluna do Bruno Astuto, a atriz falou sobre sua personagem.

“Nas primeiras cenas que gravei, tentei desastradamente copiar a Cher em Burlesque. Em vão, porque ela é uma atriz econômica, e eu sou aquela expansiva incontrolável”, afirmou.

 

“Se a prostituta é uma fantasia recorrente de homens e mulheres, a cafetina é a versão pós-graduada, que usa a experiência para proteger as relações de intimidade. E cobra direitinho por isso, é claro. Li, como referência, O segundo sexo, da Simone de Beauvoir, contemporânea da época da novela”, concluiu Regina.

A atriz ainda contou que teve que batalhar para que parassem de a ver apenas como “a mocinha dócil e meiga”.

Em relação a sua opinião sobre a política atual, Regina Duarte afirmou: “Estamos aprendendo o que é cidadania e que a política só é este jogo sujo que se faz hoje em Brasília porque permitimos. Entregamos, com nosso silêncio, o ouro ao bandido. Ainda não tenho candidato para a Presidência em 2018, é cedo.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo