Cotidiano

Reforma trabalhista garante que gestantes não trabalhem em lugares insalubres

Gestantes e lactantes ficarão vetadas de trabalhar em atividades consideradas insalubres em grau máximo durante a gestação, caso a reforma trabalhista seja aprovada no Senado.

O relator da reforma, deputado Rogério Marinho (PSDB-RN) alterou o artigo a pedido da bancada feminina.

Em casos de atividades de grau médio ou mínimo de insalubridade, a gestante deverá ser afastada ao apresentar um atestado de saúde emitido por um médico.

A alteração foi aprovada na quarta-feira (26) na Câmara dos Deputados.

BN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo