Política

Reforma administrativa pretende revisar salários e carreiras do serviço público

Com previsão de envio à Câmara ainda nesta semana, a reforma administrativa pretende mudar os direitos dos futuros servidores federais. As propostas ainda não foram detalhadas, mas os pontos adiantados pelo governo nos últimos meses incluem a revisão dos salários iniciais, a redução no número de carreiras e o aumento no prazo para o servidor atingir a estabilidade. 

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) já minimizou a situação e disse que as mudanças não afetarão os servidores atuais, mas os que tomarem posse depois da promulgação da reforma. Uma das alterações mais importantes diz respeito à estabilidade dos futuros funcionários.O novo texto afirma que o período deve variar entre cinco e oito anos. A estabilidade, por outro lado, seria confirmada por meio de uma avaliação de desempenho. Bahia Notícias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar