Bahia

Recuperação e reabertura da Cachoeira dos Prazeres é debatida em audiência no MP em Santo Antônio de Jesus

As obras de recuperação que permitirão a reabertura  da Cachoeira dos Prazeres, no Vale do Jiquiriçá, devem estar concluídas nos próximos dez meses, conforme assegurou ao Ministério Público estadual a Prefeitura Municipal de Santo Antônio de Jesus. Na reunião, coordenada pelo promotor de Justiça Julimar Barreto Ferreira, no dia 30 de junho, o prefeito municipal informou que já foram iniciadas as obras de terraplanagem, construção de praça de alimentação e banheiros, havendo no projeto também a previsão de área de estacionamento. De acordo com o promotor de Justiça, a cachoeira é “o mais importante ponto turístico e de lazer do Vale do Jiquiriçá”. Atualmente, ela está interditada pela Justiça, que atendeu um pedido do MP. “Havia superlotação da área por turistas, de forma desordenada e predatória, o que vinha degradando a área que é de preservação permanente”, explicou o promotor. 

Na audiência, o prefeito deu conta de que a arborização da área também foi iniciada, com a retirada de plantas exóticas e invasoras e o plantio de árvores nativas e frutíferas, a exemplo de ipês, jaboticabeiras e cajazeiras. De acordo com o gestor, a arborização será estendida par a área urbana da cidade. A cachoeira contará ainda com trilhas sinalizadas, placas de orientação e educação ambiental, iluminação e câmeras de segurança, além de um viveiro para a produção de mudas nativas. O promotor Julimar Barreto destacou a importância do trabalho do MP para a reabertura da cachoeira. “Nossa Promotoria atuou para além da ação civil pública acatada pela Justiça, promovendo reuniões para sanar polêmicas em torno de interesses econômicos. A sua reabertura ao público é uma conquista do MP em prol do meio ambiente e da sociedade”, concluiu. (MP-BA)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar