BrasilGeral

‘Quem mandou ficar em casa não fui eu’, diz Bolsonaro sobre desemprego

O presidente Jair Bolsonaro voltou a atacar o isolamento social como medida de prevenção ao novo coronavírus. Em conversa com apoiadores, o mandatário disse que a população irá conviver com o vírus “a vida toda” e falou sobre o desemprego no país.

“Bateram bastante em mim, mas agora estão cobrando todos os desempregados. Quem mandou ficar em casa não fui eu, fechou comércio e destruiu emprego não fui eu”, disse.

Em live na noite de quinta-feira (11), o presidente também criticou o isolamento social e, no dia em que o Brasil registrou 1.452 mortes em 24 horas, ele afirmou que “não adianta ficar em casa chorando”.

“A vida continua, temos que enfrentar as adversidades. Não adianta ficar em casa chorando, não vai chegar a lugar nenhum. Vamos respeitar o vírus, voltar a trabalhar, porque sem a economia não tem Brasil”, disse.

Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo