Cotidiano

Queiroz tem refeições preparadas separadamente para reduzir risco de envenenamento

A comida do ex-assessor de Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, tem sido preparada separadamente das dos demais detentos do presídio de Bangu, no Rio de Janeiro, onde ele está detido há duas semanas. O objetivo do cuidado extra é evitar riscos de envenenamentos.

Durante seu depoimento ao Ministério Público, Queiroz chegou a reclamar da qualidade das refeições oferecidas no presídio. As informações são da colunista de O Globo Bela Megale.

O ex-assessor é peça-chave na investigação das “rachadinhas” no gabinete de Flávio. Com receio de queima de arquivo, a segurança de Queiroz tem sido motivo de preocupação por parte de autoridades policiais. Após investigações, ele foi encontrado na casa de Frederick Wassef, que, na época, era advogado do senador e do presidente Jair Bolsonaro.  

Bnews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar