Bahia

Quatro PMs são afastados após serem acusados de forjar informações sobre suposto acidente

Quatro policiais militares, acusados de forjarem informações e local de uma suposta colisão entre um carro em que eles estavam e uma moto, foram afastados dos postos de trabalho pela Justiça da cidade de São Desidério, no oeste da Bahia. De acordo com o delegado Carlos Ferro, os dois PMs estariam em um caro, fora de serviço, em deslocamento para São Desidério.

O carro foi ultrapassado por uma moto e, depois, fez uma ultrapassagem na moto. Esse fato ocorreu duas vezes. O policial condutor do carro não teria gostado da ultrapassagem e, quando o motociclista diminuiu a velocidade para passar por um quebra-molas, o PM teria atingido a moto com o veículo.

Uma briga de trânsito teria sido iniciada, findando com a vítima alvejada com tiros nas costas. O motociclista sobreviveu aos tiros, mas não há informações sobre o estado de saúde dele. As investigações apontam que os dois PMs que estavam no veículo teriam recebido ajuda de outros dois policiais militares a forjar as informações do caso.

De acordo com informações do G1, o Boletim de Ocorrência preenchido pelos policiais militares afirma que o motociclista estava em perseguição aos dois policiais a paisana e que o motociclista teria sido encontrado com uma faca. Os quatro policiais foram remanejados para a 85ª CIA da PM em Luís Eduardo Magalhães.

BN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo