Slide

Qual a posição do atual presidente sobre a liberação dos jogos de azar?


A legalização dos jogos de azar no Brasil vem sido debatida desde os anos 2000, quando as primeiras leis que impediam o funcionamento de alguns estabelecimentos começaram a vigorar. Com o mandato do novo governo de Jair Bolsonaro, os amantes e profissionais dos jogos especulam as possibilidades de êxito com o apoio do Presidente da República.

Bolsonaro levantou polêmicas desde a sua candidatura, onde foi contrário no primeiro turno e se contradisse no segundo.  Primeiramente ele foi bem incisivo em sua afirmação: “Vou legalizar cassinos no Brasil? Dá para acreditar em uma mentira dessas? Nós sabemos que o cassino aqui no Brasil, se tivesse, seria uma grande lavanderia, serviria para lavar dinheiro. E também para destruir famílias. Muita gente iria se entregar ao jogo, e o caos se faria presente junto ao seio das famílias”

Mas no final de 2018 já passou a deixar claro seu apoio a legalização desses jogos. “Não podemos deixar é que alguém vá a padaria comprar um pão e volte tendo gastado dinheiro com caça-níquel. Há a possibilidade, eu digo uma possibilidade, de jogar para cada Estado decidir. Em princípio sou contra, mas vamos ver qual a melhor saída”, comentou o presidente em uma palestra na Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ), durante a eleição.

Perante a essa mudança repentina de opinião os eleitores cobram um parecer de Bolsonaro, agora no cargo de presidente. Apesar de conservador ele se inclina como favorável a decisão e deve se pronunciar em breve sobre esse polêmico assunto.

Toda essa especulação, para a liberação, começou a se espalhar em meados de 2015, a partir daí investidores já avançaram os preparativos dos seus investimentos para negócios em terras Tupiniquim. A proposta de lei, apresentada por Paulo Azi, visa a liberação da construção de cassinos em resorts, com o intuito de gerar benefícios para a economia e turismo.

Benefícios da implementação da proposta de lei

Os projetos PL 442/91 e PLS 186/2014 estão circulando pela Câmara dos Deputados e também pelo Senado. Eles têm o intuito de favorecer o Brasil com a atividade licita das casas de jogos. Hoje os jogos são permitidos online, mas a empresa deve estar sediada em países que permitam a prática.

Quando os estabelecimentos forem liberados os especialistas e os órgãos favoráveis, como o Instituto Jogo Legal, confirmam que a economia será muito afetada positivamente. Essas grandes casas de jogos vão abrir centenas de novas oportunidades de emprego, além de alavancar direta e indiretamente o setor turístico brasileiro, já que vai atrair um público mais endinheirado.

A geração de impostos também um fator muito importante, pois, esses comércios giram milhares diariamente. Com isso esses valores seriam investidos em recursos para os setores que estão inclusos nesse processo.

Ao que tudo indica as casas de apostas brasileiras devem voltar à ativa, a primeira abertura foi dada com a liberação das apostas esportivas. A economia brasileira tende a ser muito afetada e beneficiada com o êxito dessa proposta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar