ArtigoOpinião

Qual a culpa que Bolsonaro teve na desvalorização da Petrobrás na última segunda-feira? Por Brício Lopez

Qual a culpa que Bolsonaro teve na desvalorização da Petrobrás na última segunda-feira? Para um brasileiro desavisado, a imagem indus ao erro. Faz pensar que o presidente é o responsável pela desvalorização da maior empresa do país. A petroleira perdeu, na verdade, R$ 90 bi nesta segunda-feira. Às Bolsas de Valores do mundo inteiro tiveram perdas. O efeito cascata não poupou ninguém. Qual a explicação para tanto prejuízo? Dois motivos:


1° = A queda no preço do petróleo, provocada pela briga entre a Opep (grupo de países que mais produzem petróleo) que quer diminuir a produção para aumentar o preço e a Rússia que não quer baixar a produção.

2° = A epidemia desenfreada do coronavírus, que diminuiu o fluxo de pessoas viajando, impôs fábricas asiáticas a frear a produção (algumas pararam de produzir autopeças e eletrônicos) e até impôs o cancelamento de eventos esportivos.

Analistas já falam em novíssima crise mundial. Enquanto o coronavírus já matou mais de 4.000 pessoas no mundo, as empresas brasileiras já perderam R$ 1 trilhão em dois meses. Dois assuntos indissociáveis, não? Em tempos de globalização, o temor de perder dinheiro se espalha tão rápido quanto o novo vírus. Desinformação só atrapalha, causa pânico e aumenta os problemas.


Longe de mim querer faz o papel de advogado do diabo, nem sou bolsonarista, mas esclarecimentos precisam ser feitos. Concordo que o presidente destrambelhado já falou muitas bobagens, (inclusive já ofendeu muita gente) e tomou decisões antipopulares, mas relacioná-lo ao furacão que a Bovespa passou segunda-feira não é sábio, na verdade, é mesquinho, é politicagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar