COVID-19Saúde

Quais são os setores que mais são afetados com o surto da COVID-19?

Conheça quais são os campos comerciais mais afetados com a pandemia do coronavírus.

O surto do novo coronavírus (Covid-19[1] ) e a sua pandemia afetaram diretamente a economia, seja em relação ao consumo, ou então, nos valores de produtos e taxas, pois toda a produção é afetada com essa crise.

Uma forma de se manter informado sobre essas alterações é acompanhar o índice bovespa e ver quais empresas estão se valorizando ou tendo quedas. As ações sofrem oscilações muito maiores em cenários como esse.

Isso acontece porque as companhias com maior venda se valorizam e aquelas afetadas negativamente pelos resultados e consequências da epidemia sofrem uma queda de valor do mercado.

A compra e venda de produtos ou serviços causam variação nos valores baseado em sua oferta e demanda e isso é modificado drasticamente com a mudança de comportamento da população por causa do novo coronavírus.

A saúde global e a economia

A saúde e o bem-estar é das maiores preocupações para qualquer família, ainda que possua uma renda mensal baixa. Dessa forma, a aquisição de itens como remédio, acessórios de cuidados médicos e a contração de planos de saúde, sempre serão prioritários. Quando um núcleo familiar precisar cortar gastos, esses serão os últimos a serem suspensos.

Isso significa que, ao passar por momentos de crise na saúde, as pessoas destinam o dinheiro do lazer para os seus cuidados médicos, por exemplo. Também investem em suas necessidades como alimentação e higiene.

Desse modo, uma pandemia que atinge a saúde do mundo inteiro faz com que os hábitos de consumo se alteram temporariamente para atender às novas necessidades. Por isso os preços também sofrem mudanças e algumas empresas são bastante afetadas pela crise.

Confinamento social

O método mais eficaz para conter a disseminação de uma doença infecto-contagiosa, como é o caso do novo coronavírus, é o confinamento social. Ou seja, manter as pessoas dentro de casa e evitar o máximo possível sair para as ruas.

Locais com aglomerados de pessoas (metrô, ônibus e trens) e a própria circulação da população pelas ruas pode ser um grande risco para a saúde de um país. Desse modo, essa medida reduz o número de produtores e consumidores e afeta diretamente os preços dos produtos.

Além de impedir que as pessoas consumam determinados itens em locais específicos ou então façam viagens, fazendo com que alguns estabelecimentos ou setores econômicos sejam mais afetados que outros, inclusive com grande desvalorização na Bolsa de Valores.

Setor alimentício

Embora os itens alimentícios sejam essenciais para o ser humano e os mercados tenham que se manter abastecidos, outros estabelecimentos voltados especialmente para esse setor sofrem mais com essas medidas de prevenção.

Restaurantes, lanchonetes e bares, por exemplo, são locais que fornecem alimentos e reúnem as pessoas. Esses lugares não são essenciais para a população, pois estão muito mais associados ao lazer.

Há uma tradição em nossa cultura de frequentar esses estabelecimentos para encontrar amigos, enquanto consome alimentos. Contudo, com a disseminação do vírus, esse é um tipo de comércio que pode ser temporariamente fechado.

Pois, é possível comprar comida no mercado e fazer esse encontro em um local fechado, evitando o contágio e aumentando a segurança.

Bens secundários

Alguns produtos são secundários na necessidade cotidiana das pessoas. Brinquedos, roupas e livros são alguns itens que, embora sejam importantes, não são essenciais.

Os estabelecimentos que comercializam esse tipo de item terão uma queda considerável na arrecadação habitual enquanto a pandemia durar.

Além desses produtos serem dispensáveis, muita gente ainda não possui o hábito de realizar suas compras online e a ida até esses locais seria um risco para a saúde por facilitar o contágio.

Shoppings

Os shoppings são locais de grande circulação de pessoas com lojas, restaurantes, assistências técnicas, loja de departamentos, farmácias, cinemas e espaço de lazer. Por isso, é essencial que esse ambiente permaneça fechado[2] . Embora seja composto por diversos estabelecimentos importantes no cotidiano das pessoas, poderia espalhar o vírus facilmente.

As redes de cinema também sofrem com as medidas de prevenção da doença, assim como as vendas dos lojistas caem e as redes de fast food reduzem suas vendas. No caso desses restaurantes, existe a alternativa de venda com entrega a domicílio para evitar muitas pessoas em um mesmo local.

Viagem e turismo

O setor de viagem e turismo está entre os mais afetados pela pandemia da Covid-19. Isso porque a prevenção da doença exige que as pessoas permaneçam reclusas. A grande facilidade de contágio torna as viagens e passeios perigosos e assim devem ser cancelados.

Uma questão relevante é que uma pessoa infectada, ao viajar para outro local, pode facilmente transmitir a doença durante esse trajeto. Essa é uma forma de disseminação para outras cidades, estados e países. Quando a doença espalha dessa forma fica ainda mais difícil controlar e cuidar dos doentes.

Por isso esse é um setor que sofre muito economicamente com o surto do novo coronavírus, é essencial para esse ramo a estabilização da doença.

Informações e conhecimento

Entender como a economia funciona e é afetada por fatores como epidemias é muito importante até mesmo para quem não possui uma empresa. A população precisa se preparar em seu cotidiano para enfrentar momentos de crise da melhor forma possível.

Quando as pessoas conhecem as relações comerciais e as dependências entre os setores econômicos, podem, por exemplo, organizar suas prioridades financeiras. Além disso, é possível administrar e planejar o que fazer, uma dica é poupar dinheiro e racionalizar o consumo comum de itens prioritários da sua rotina.


Em sites estrangeiros estava tudo em maiúscula,  nos brasileiros desse modo que escrevi. Não sei qual o padrão interno aí, mas, qualquer coisa me avise que adapto em todos os artigos.

Aqui, poderia incluir a informação que muitas cidades já proibiram os shopping de abrir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar