Bahia

Quadrilha é presa por transportar cocaína em ‘cegonheiras’ de SP para a Bahia

A maior apreensão de cocaína feita na Bahia este ano pelo Departamento de Narcóticos (Denarc) da Polícia Civil, a partir de investigações na localidade da Lajinha, no bairro Engomadeira, aconteceu esta semana, na residência do traficante Elio de Jesus Matos, conhecido como Elinho, de 32 anos, no Conjunto dos Bancários, em Salvador. Com a venda da droga, trazida para a Bahia dentro de veículos transportados por caminhões modelo cegonha, a quadrilha arrecadaria um total de R$ 480 mil, segundo calculou “Elinho”. A polícia cumpriu quatro mandados de prisão temporária e cinco de busca e apreensão. Foram apreendidos 33 kg da droga em tabletes, que, segundo o líder do esquema criminoso, foram adquiridos em São Paulo por R$ 330 mil. A cocaína seria revendida para usuários e traficantes em pontos da Lajinha e adjacências. As investigações em torno da quadrilha revelaram que o líder do tráfico ostentava um elevado padrão de vida e se dizia proprietário de frota de táxi. No estacionamento do imóvel onde Elinho reside com a companheira Jacira Jandira de Santiago Santos, 32, foram apreendidos um veículo Vectra, de cor prata, placa DUT-5158, uma motocicleta Honda modelo Honet 500, placa JPW-6528, três táxis modelo Corsa e um táxi modelo Cobalt. A polícia apurou que os motoristas eram contratados por Elio de Jesus para transportar integrantes do bando pela cidade, sem saberem que tinham envolvimento com o crime.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo