BrasilGeral

PT de Minas Gerais vive dilema para dar palanque a Lula em 2022

Sem a garantia de que o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, será candidato ao governo de MInas Gerais — e se for, se irá abrir espaço em sua chapa para Lula —, petistas mineiros acenderam o sinal de alerta com a dificuldade de garantir palanque para o ex-presidente no estado. A informação é da coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo.

Segundo a publicação, os petistas devem se reunir nas próximas semanas para tentar definir um rumo para o partido na disputa pela sucessão de Romeu Zema. Parte deles defende que, mesmo sem um nome competitivo, a legenda lance um candidato apenas para reverberar a candidatura de Lula no estado.

A dúvida é quem vai aceitar a missão, que pode se tornar um sacrifício eleitoral. À frente do estado entre 2015 e 2018, o petista Fernando Pimentel não conseguiu chegar nem ao segundo turno nas últimas eleições estaduais.

Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo